A importância do treinamento dos colaboradores para o aumento da produtividade na indústria

Categorias: Industria

15.jun.2022

Devido à globalização e ao aumento da competitividade junto ao contínuo e assustador avanço da tecnologia, cada vez mais, empresas apostam em treinamentos para os seus colaboradores e precisam se adaptar a um cenário em constante transformação, criando processos, serviços e tecnologias otimizadas, permitindo reduzir custos e contribuindo para a autonomia e produtividade dos colaboradores, que em muitas vezes, estão espalhados em diferentes cidades. E a capacitação entra nesse contexto como uma ferramenta facilitadora para todo esse processo. Nesses quase dois anos de pandemia, a indústria foi particularmente impactada por desafios específicos e a política de treinamentos passou a ser ainda mais importante e crucial para o crescimento das empresas. A importância destes processos para a continuidade da atividade industrial está mais relevante  do que nunca e, como tudo no mercado, está tendo que se adaptar à uma nova realidade.

A ocorrência de inúmeras transformações no mundo do trabalho como falta de empregos estáveis, a educação e a formação profissional resultaram na necessidade de uma mão-de-obra mais qualificada dos colaboradores para o mercado de trabalho. Esse conjunto de fatores vem impondo que a necessidade de capacitação da mão-de-obra e a política de treinamento das organizações façam parte do sistema de formação profissional das empresas. E diante de tantas mudanças, a qualificação é considerada como uma forte alternativa capaz de garantir aos colaboradores sua colocação no mercado de trabalho.

A capacitação, retenção de talentos e a manutenção da produtividade são apenas alguns dos tantos desafios enfrentados no dia a dia das empresas. Na maioria dos casos, os equipamentos instalados nas indústrias exigem um conhecimento aprofundado e especializado e dentro desse cenário, as ferramentas de capacitação se mostram como uma forma excelente de acelerar a curva de aprendizado dos operadores e manutentores, minimizando impactos na produtividade, especialmente em fábricas que possuem altos índices de turnover e a partir das ferramentas de aprendizado podemos capacitar seus novos times com mais agilidade e eficiência.

Diversas indústrias têm investido pesado na capacitação e desenvolvimento profissional buscando sempre a alta performance no trabalho. Os colaboradores devem estar dispostos a aprender sempre para aumentar seu nível de conhecimento e crescerem cada vez mais como pessoas e como profissionais. Para que a ferramenta de treinamento tenha toda essa eficácia prometida no mundo corporativo,  é necessário um ingrediente muito especial: os colaboradores das organizações precisam estar bem motivados e dispostos a aprender, a se atualizar e a enfrentar os novos desafios desse mercado globalizado. A importância da educação e da qualificação profissional para a sociedade tem aspectos socioeconômicos e o investimento em qualificação das pessoas gera o sentimento de valorização para realizar um bom trabalho. As empresas devem se tornar verdadeiras escolas, onde o gerente será o instrutor e os colaboradores serão os alunos. Ambos precisam considerar o verdadeiro sentido da educação, que é o de desenvolver a capacidade física, intelectual e moral do ser humano, levando este a se integrar com o meio que o cerca, podendo refletir com um senso crítico sobre as mudanças que ocorrem a sua volta e diante disso, fazer a tomada de decisão e  de que rumo seguir.

É necessário ter em mente que a abrangência do objetivo do treinamento em uma empresa moderna, não se destina a oferecer apenas condições para que o  colaborador se capacite ou se desenvolva, mas também serve como força capaz  de intervir dentro da organização. Nesse sentido, pode-se dar à empresa o que ela realmente espera: o impulso capaz de ajudá-la a maximizar resultados, minimizar os custos e otimizar os recursos humanos disponíveis, para que se alcance a eficiência e a eficácia no trabalho.

As questões como segurança, qualidade, capacidade e economia devem nortear a empresa, fazendo com que profissionais recém contratados tenham o aprendizado e treinamentos necessários para que, como consequência desse investimento, a organização tenha um colaborador qualificado que gera lucros, economia de tempo e dinheiro.  

A qualificação do colaborador contribui para a empregabilidade do indivíduo no competitivo mercado de trabalho, que está  cada vez mais exigente de habilidades técnicas e características comportamentais. O profissional precisa ter ciência de que, quanto mais habilitado ele for, mais oportunidades de  emprego ele terá e maior será o salário que seu empregador estará disposto a pagar. Ir atrás de treinamento e atualização por conta própria também tem as suas vantagens para quem está empregado, o mercado de trabalho se torna muito  mais amplo e as oportunidades de crescimento surgem com muito mais facilidade.

Dentro de tudo que foi exposto anteriormente pode-se listar algumas vantagens importantes do treinamento para as empresas como:

O investimento em qualificação pode ser amplamente difundido entre todas as organizações e quanto mais qualificados os colaboradores estão, melhor fica a empresa em relação a sua vantagem competitiva no mercado,  independente do setor de atuação. O investimento das empresas em programas de treinamento interno aos seus colaboradores pode se tornar uma vantagem competitiva, através da qualificação de seus colaboradores.

A decisão de optar por um programa de capacitação não pode ser realizada de uma hora para outra nas empresas, cabendo aos profissionais de gestão de pessoas, fazer desse princípio uma real necessidade para que se alcance o sucesso. Em suma, o treinamento é um processo contínuo de aprendizagem, que deve ser elaborado e planejado pelos profissionais que pertencem às áreas de gestão de pessoas com total apoio da alta gerência. A equipe responsável pelo programa deve empenhar-se para fazer com que o treinamento se torne um grande investimento feito pela empresa e que, após o término, traga reais benefícios para todos.

*Adriano Perpétuo de Lara é Instrutor Técnico na Tecsul Equipamentos e Serviços Ltda. O profissional é professor de ensino técnico e universitário, acumula mais de 20 anos de experiência no setor industrial, sempre atuando para a melhoria dos Processos de Fabricação, ministrando disciplinas nos cursos técnicos e de engenharia, realizando Treinamentos e Consultoria. Adriano é formado em Engenharia Mecânica pela UFPR, com Especialização em Gestão de Manufatura pela UTFPR e Mestrado em Engenharia Mecânica pela UTFPR.

COMPARTILHE:

Notícias relacionadas

O seu produto final tem foco no preço ou na qualidade?

🛡️ A importância de utilizar peças originais em seus equipamentos Hoje, iremos nos aprofundar em uma decisão crucial que impacta diretamente a eficiência, a qualidade e...

Análise de Dados em Processos Industriais!

A análise de dados surgiu como uma abordagem transformadora na gestão de processos industriais. Com a coleta e o processamento inteligente de um grande volume de...

Como uma equipe bem capacitada potencializar os resultados da indústria?

Para uma equipe bem capacitada, além de uma remuneração compatível com os padrões do mercado, é importante proporcionar um ambiente de trabalho estimulante para que seus...

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você estará de acordo com as condições.